aborto espontâneo

Num dia não te atendi
estava muito ocupada, sonhando com você.

Imaginei riso, vergonha, jeito, virada, beijo
criei uma boa história
você achou boa, ao menos

Olhei no fundo dos meus olhos no espelho
e vi você do outro lado
sorrindo de canto

Eis que toca, mais uma vez o telefone
E as palavras saem são suas e não minhas
por isso mesmo se perde o encanto

Você poderia ter posto um fim num fato
Mas abusa, martela um sonho
E eu o vejo definhando, antes mesmo de nascer

Nenhum comentário: