ecoar

Me aninhei do seu lado
como poucas vezes fiz
com amigos mais próximos e amores mais íntimos

Me despi
de meus medos e ressalvas
Revelei meu corpo e minha alma
para te deixar falar


E a sua reposta, que poderia ser
leve, fingida, dura, bonita

Foi um ecoar silencioso e frio
que por fim, mostrou-me
o vazio
que mora em você

Nenhum comentário: