Cheio de Terceiros


Texto, arte e foto por: Juane Vaillant




Nos centros, nas lutas, nas cifras, cadê você?
Nas palavras, nos gestos. nos risos, onde foi parar?
Na madrugada, nas escadas, na porta da sua casa, não está mais.
Estás impregnado de alheios.
Não cabe mais você dentro de ti.
                                                 (Pena)

Nenhum comentário: